Me fale do amor, mas sem citar os amores. Não me entenda mal, não tô sendo pessimista. É que tenho me sentido egoísta ultimamente, e preciso te ouvir falar do amor, sem os seres amados, ou amáveis, amargos, ainda que doces. Não quero saber deles. Não por hoje. Só do amor, me fale das coisas simples.

escrito em 17-02-2011 no caderno verde.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s